Acerca de mim

sábado, 29 de outubro de 2011

Um dia Em cheio SHANKA PRAKSHALANA: Limpeza do Corpo



Ora bem! Nem sei por onde começar, ah, sim... 3 dias a pãozinho de sementes, manteiga "pouca", água, arroz com cenoura e alho francês e como alternativa cenoura com alho francês e arroz...eheh! Café = 0, um copito nem cheirar e o restante nem vos conto! valeu a pena? Sem dúvida, mais leve, saudável e alegre!
Após estes 3 dias de abstinência, partimos então para a acção, esta manha foi uma experiência fantástica, a qual guardo para sempre dentro de mim, principalmente a partilha, ajuda, e a alegria que foi partilhar com o meu grupo de yoga, todas as emoções e frustrações desta manhã... fundamentalmente este processo de SHANKA PRAKSHALANA, consiste em beber uma solução de água fervida com uma quantidade de sal, e juntamente com 4 movimentos coordenados, obrigam o aparelho digestivo a expulsar toda as impurezas e placas antigas que existem nos nossos intestinos!
Bem...eu...até me portei bem, mas infelizmente não consegui, chegar até ao fim! mas em Abril voltarei a tentar e estou certo que conseguirei completar o processo!
Mas enganem-se todos aqueles que estão a pensar? olha ...olha... que bando de andorinhas...nada disso, 3 heroínas se destacaram claramente do Grupo, Gorete, Lucinha e Lurdes... e mais nada!
O processo ficou terminado com um almoço, servido pela nossa Mestra de Yoga, Goretti Capela, uma palavra de apreço à nossa maravilhosa professora que nos ensina com todo o carinho do mundo a viver o nosso mundo de uma forma mais saudável e relaxante...para ti...um grande xi! e palmas pois para aquela que passou com distinção o processo de limpeza sem "sem espinhas", Menina Gorete.... palmas se faz favor! Continuando... o arrozinho é feito numa por-poção de 1 chávena de arroz para 5 chávenas de água, os grãos de arroz têm de ficar desfeitos (tipo papas), ao arroz devemos juntar ghee (manteiga indiana, encontram no jumbo ou nas lojas indianas)... e mais não conto porque não sei! de salientar o ingrediente mais forte! a fome, com fominha marcha tudo! e assim foi!
Este texto é dedicado ao meu grupo e à nossa Mestra Capela, que tanto tem feito por nós! Obrigado por nos tornar tão especiais!

João Silva
29.10.2011

Sem comentários:

Enviar um comentário